Área de Design de Comunicação | IPCB | ATIVIDADES
8052
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-8052,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-3.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive
BEIRA TV
C

riada em Outubro de 2004, a ZIPtv surge como canal televisivo do Instituto Politécnico de Castelo Branco e produzido a partir da ESART, com o intuito de fomentar a produção de conteúdos numa componente pedagógica, enquanto espaço de aprendizagem, onde os alunos desenvolvem os seus trabalhos. Como mesmo intuito mas numa tentativa de abranger toda a região da Beira Interior, o nome do canal é alterado em janeiro de 2007 para BEIRAtv, tendo como objetivo disponibilizar diversos conteúdos multimédia relacionados sobretudo com o património edificado, natural e cultural dos distritos de Castelo Branco e Guarda. O objetivo é o de dar a conhecer uma região vasta, com fronteiras para além da raia, e reforçar a sua identidade.

REVISTA CONVERGÊNCIAS
P

ropriedade da ESART, a “Convergências” é uma revista de investigação e ensino das artes, publicada on-line semestralmente. Trata-se de uma publicação de investigação científica que visa constituir-se como uma interface de partilha de informação/conhecimento entre docentes, investigadores, designers, músicos e outros artistas. A revista conta já com a participação inestimável de inúmeras individualidades de diferentes instituições, a que virão, certamente, associar-se tantas outras, fazendo deste um projecto de todos quantos se interessam pelo universo das artes e do design.

PROJETO “RITMOS/NO ESPELHO DE OUTROS”
P

rojeto internacional desenvolvido pelos estudantes de DCPA, na sequência de um protocolo de mobilidade internacional ERASMUS entre a ESART e a Faculdade de Arte e Design da Bauhaus – Universität Weimar na Alemanha, tendo sido desenvolvidos um conjunto de meios de comunicação com potencial de promoção turística desde o ponto de vista do visitante. O projecto abrangeu uma interação cultural entre vários atores, assente num trabalho exploratório dos dois grupos de alunos, Portugueses e Alemães. O trabalho exploratório foi levado a cabo por meio de visitas, do grupo Português à cidade de Weimar e do grupo Alemão à cidade de Castelo Branco, tendo sido apresentado publicamente o resultado do projeto através de três exposições, das quais duas em Portugal e uma na Alemanha.

PROJETO “TERRITÓRIOS NARRATIVOS”
P

rojeto internacional desenvolvido em parceria entre a ESART, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e a Manchester Metropolitan University (MIRIAD Research Centre), propondo a interação com as comunidades locais com vista à promoção do desenvolvimento regional por meio da valorização do território e da sua história através da arte e do design. O projeto “Territórios Narrativos” partiu do mitos e lendas raianos, dos quais os alunos recuperaram elementos simbólicos locais, com o propósito de conceber várias instalações conceptuais, apresentados numa exposição geradora de um espaço de diálogo e uma nova perspectiva sobre os marcos territoriais, fortalecendo a referência aos elementos simbólicos e referências dramatúrgicas dentro do espaço físico.

“O PIÃO PELA IMAGEM E PELO SOM”
P

artindo da interação com o território e a comunidade local do Cabeço do Pião, aldeia ladeada pelas imponentes escombreiras das Minas da Panasqueira e junto ao rio Rio Zêzere, foi efetuada uma residência artística por estudantes e docentes do curso de DCPA, sendo lançado o desafio de desenvolver uma série de produtos audiovisuais para divulgação do território e suporte a um concerto de estudantes de música da ESART. O projeto pretendeu criar ao nível pedagógico um produto em que a experiência coletiva fosse tão importante como a individual, uma forma de os estudantes desenvolverem autonomias e competências na sua área de estudo. Foi objetivo desta iniciativa a abordagem ao espaço e à comunidade local do Cabeço do Pião no sentido de apresentar um projeto que focasse as áreas da produção audiovisual e música, as quais revelaram problemáticas específicas, a música como área de performance e a multimédia e o audiovisual como área de partilha, distribuição e difusão de conteúdos.

GIL VICENTE ON-LINE
A

Escola Superior de Artes Aplicadas em parceria com o CITI – Centro de Investigação de Tecnologias Interativas da Universidade Nova de Lisboa e com os apoios dos programas POSI e Câmara Municipal de Castelo Branco produziram um CD-ROM e uma página on-line sobre a obra Gil Vicente. Um documento interativo, apoiado pelo Ministério da Educação e que foi distribuído nas escolas do ensino secundário do País, a título gratuito. O CD Interativo sobre Gil Vicente representou a possibilidade de estudantes e professores terem à sua disposição um instrumento que permitisse assistir a peças de teatro, a informação complementar sobre os textos de Gil Vicente e a uma rede vasta de conceitos.

SOFTWARE RISCO
O

projecto RISCO ocupa lugar num espectro mais alargado do projecto de certificação e validação dos bordados de Castelo Branco. O software seria responsável pela componente de gestão do processo de desenho, acompanhado de uma biblioteca, possibilitando assim uma visão mais abrangente e larga sobre as possibilidades criativas. Estas possibilidades para além do desenho permitiriam, uma visualização de múltiplas combinações e arranjos, possibilitando uma maior comunicação e troca de opiniões com as colegas de trabalho. A ferramenta justifica-se num ciclo de comunicação completado pelo Web site. O projeto apresentou vários benefícios ao nível do processo de design e acompanhamento das necessidades das bordadeiras. O seu desenvolvimento foi assegurado pelo ciclo de informação entre a ferramenta, as suas extensões Web e de impressão, as quais definem na sua interacção a essência do projecto RISCO.

CLOSEUP
O

projecto Closeup nasceu em 2006 pelos docentes Miguel Ferreira e Pedro Motta da Silva e tem como principais objectivos a visualização e análise de conteúdos audiovisuais de uma forma descontraída (fora da formalidade do ambiente de aula), mas acompanhada por dois professores responsáveis por uma análise prévia a esses mesmos conteúdos. Atualmente o projeto conta com mais de 60 Sessões tendo sido analisados cerca de 50 filmes e realizadas sessões especiais com temáticas específicas.

https://www.facebook.com/groups/closeupfilmproject/

FRESCOS DA BEIRA INTERIOR
O

Projeto de registo e preservação para memória futura das pinturas murais identificadas no âmbito de uma investigação académica sobre os frescos da Beira Interior, desenvolvido pela ESART, em colaboração com a delegação regional do IPPAR. O trabalho de campo, que obrigou à realização de mais de seis mil quilómetros de estrada prolongados por alguns meses, foi levado a cabo por uma dezena de alunos finalistas, tendo contado com a colaboração de vários docentes e investigadores. O resultado deste estudo e da inventariação e registo em fotografia e vídeo foi um CD-ROM interativo e um DVD. Pretende-se ainda alargar o projeto à elaboração da Rota dos Frescos da Beira Interior, um percurso temático capaz de atrair investigadores e público em geral, e que agora abre portas para outro género de estudos.

takED
A

ssumido como uma mostra de projetos finais da unidade curricular de Vídeo Experimental do 3.º ano do curso de DCPA, o takED é já um evento regular de video experimental, onde os alunos organizados em grupo desenvolvem numa primeira fase um conceito a ser explorado de uma forma livre, tendo apenas como requisito obrigatório a utilização de vídeo. Numa segunda fase e para além da exploração conceptual, os estudantes refletem sobre a melhor forma de apresentar, expor e testar o seu trabalho. Assim nasce o “takED”, uma materialização de abordagens conceptuais em vídeo, tentando fugir das normas e das regras clássicas da narrativa audiovisual, nomeadamente tempo, espaço e inevitávelmente a disseminação do produto. Tal é conseguido pelo uso de uma panóplia de técnicas de captação, edição e de projeção num espaço onde se quer que o experimentalismo vídeo impere.

www.facebook.com/takED.esart.ipcb